Homenagem a António Madeirinha no Teatro das Figuras

CARTAZ A0 MADEIRINHA FINAL

GRANDE GALA DE ACORDEÃO
Teatro das Figuras
9 de Novembro de 2013 às 21:30

António Madeirinha é reconhecido como um dos mais importantes acordeonistas algarvios, notabilizando-se também enquanto compositor, deixando obras que hoje fazem parte da identidade da Região do Algarve. Esta Grande Gala contará com alguns dos melhores acordeonistas nacionais da atualidade e será um reconhecimento justo a um grande artista que viveu uma época em que o Acordeão era o instrumento de eleição para animar o povo e que definiu o corridinho género performativo genuinamente algarvio.

Preços: € 10,00

Intérpretes:
AcordeAlma (João Pereira, Sérgio Conceição e Silvino Campos)
Daniel Rato
Fábio Guerreiro
Folequestra (Ana Rita Correia, André Duarte, Andreia Cabrita, Catarina Coelho, Daniel Silva, Gonçalo Guerreiro, Hernâni Cerqueira, Jéssica Guerreiro, Jéssica Silvestre, Melissa Simplício)
Helder Barracosa
Ilda Maria
João Frade
João Filipe Guerreiro
Lúcia Barracosa
Nelson Conceição
Vitorino Pires

Ante estreia: Tesouras e Navalhas (+video)

Tesouras e Navalhas

A exibição da ante estreia do documentário irá realizar-se a 22 de novembro (2013), às 21 horas, na Biblioteca Municipal de Faro – António Ramos Rosa, com entrada livre e a presença do realizador e da produção.
Será projetado ainda o videoclip da banda algarvia Tokamaki, com o tema “Tesouras e Navalhas”.

O documentário foi rodado em Faro, pelo realizador Hernâni Duarte Maria, em Setembro de 2013.

A história e as memórias de uma das mais antigas barbearias da baixa de Faro, o Salão Académico, onde uma família com o seu anfitrião o senhor Américo Simão José, trabalha há mais de 30 anos na arte do corte de cabelo e barba. No Salão de Cabeleireiro Académico (designação inscrita na vitrine da barbearia), trabalham também os seus filhos, Rute Farias (filha) Fernando António José (filho), que seguiram o ofício do pai e que são, também, os protagonistas do “Tesouras e Navalhas”.

argumento| Hernâni Duarte Maria assistente de realização |Tiago Inácio perche| Mário Estevam assistente de produção| Elsa Freixial direcção de fotografia |Tiago Inácio e Hernâni Duarte Maria foto location| Eduardo Pinto banda sonora original e efeitos sonoros | Iládio Amado participação especial na banda sonora |Orblua e Tokamaki produção| Paradoxon Produções 2013 realização, montagem, design gráfico cartazes, teasers e trailers| Hernâni Duarte Maria

Teaser: Tesouras e Navalhas

Amália Sempre no Lethes

Amalia Sempre

17 de Novembro às 21h30

Amália Rodrigues foi a fonte de inspiração e, sem ela, estas três jovens decerto não seriam hoje fadistas.
ISA DE BRITO, INÊS GONÇALVES E INÊS GRAÇA que se iniciaram participando e vencendo vários Concursos de fado, contam já com uma larga experiência, tanto em palco como em gravações comerciais, a solo e em grupos. Neste projecto cantam os fados que foram celebrizados pela Diva, tais como: “Povo que Lavas no Rio”, “Por Vontade de Deus”, “Maria Lisboa”, “Casa da Mariquinhas”, entre outros.

Direcção Musical: Valentim Filipe

Classificação Etária: Maiores de 6 anos
Ingresso: € 8

“Guru” no Cine-Teatro Louletano

Guru

9 de novembro 2013, pelas 21h30, no Cine-Teatro Louletano, Rui Unas, Custódia Gallego, Heitor Lourenço e Susana Mendes protagonizam a comédia sobre a crise política nacional “Guru”.

A três dias de apresentar o orçamento do estado na Assembleia da República, a Ministra das Finanças, Helena Pinto Macedo, não sabe o que fazer. Cheia de dúvidas, pensa pedir ajuda ao seu marido Luís, deputado da oposição, mas o casamento está por um fio, e desiste. Acreditando que apenas uma força superior a iluminará, recorre ao internacionalmente afamado Professor furor, levando-o para casa para maior descrição para a ajudar a resolver os problemas do país.

Com um guru disponível 24 horas por dia, a ministra sente-se pronta a resolver os problemas do país. Porém, este guru, que de furor tem muito pouco e de Professor ainda menos, revela-se um verdadeiro charlatão, incapaz de solucionar a crise política nacional mas precioso à reconstrução da harmonia familiar dos Macedo.

De Henrique Dias e Roberto Pereira, com encenação de José Pedro Gomes, “Guru” é uma comédia cheia de medidas de pouca austeridade no que respeita à gargalhada!

O preço dos bilhetes para o espetáculo é de 10 euros.