FOMe: Festival de Objectos e Marionetas

2º Edição do Festival FOMe

Festival de Objectos e Marionetas

O Festival de Objectos e Marionetas segue para a sua 2ª edição, os objectivos que estão na génese do FOMe – Festival de Objectos e Marionetas mantêm-se, continuar a criar uma dinâmica entre Faro, o Teatro Lethes e a própria região algarvia, programando espectáculos de teatro de marionetas. Celebrar, comemorar esta forma de arte na rua e nos palcos, num ambiente de grande transversalidade.

A 2ª edição traz novidades no que diz respeito ao alargamento do festival, à sua expansão no tempo, nos espaços e lugares que ocupa. Este ano o festival realiza-se de 9 a 15 de Junho de 2014, com espectáculos, animações, concertos de música e uma oficina de construção de marionetas.

Consulte aqui a programação: http://www.actateatro.org.pt/FOMe/

Teatro: Open Hamlet no Municipal em Faro

No palco do Teatro das Figuras, de 27 a 29 de Março de 2014 às 21:30

Em 27 de março – Dia Mundial do Teatro, realiza-se uma conversa com encenador e intérpretes, a seguir ao espetáculo.

Hamlet tem tanto de aterrador como de desconcertante: a velocidade do seu pensamento, sensível em extremo e demolidor na forma como baralha e aniquila aqueles que o pretendem enganar ou apenas aproximar-se dele; os jogos existenciais, que o levam a fingir-se de louco, de forma a testar os seus limites e a provocar o engano dos outros que o vigiam; os constantes solilóquios acerca das suas experiências e contradições pessoais; a crueldade para com Ofélia, para consigo mesmo e para com todos os que o procuram apaziguar; a sua teimosia e honestidade roçam a ingenuidade e a bestialidade e terminam em tragédia pessoal e coletiva. Todas estas características fazem dele, de forma paradoxal, um personagem magnética, atraente, inquietante, dando-nos material e motivação para construir uma obra onde se reflita sobre o que somos, como vivemos em conjunto a partir de uma lógica de conflito permanente com o mundo, com os outros e conosco mesmos.

Direção e dramaturgia: João Garcia Miguel
Assistente de direção e figurinista: Sara Ribeiro
Sonoplastia: Cláudio Felisberto
Desenho de Luz: Jorge Pereira
Produção: Marisa Madeira
Construção de Figurinos: Efigénia Cristo
Intérpretes: Ricardo Mendonça, Teresa da Silva e Vítor Gil Silva

Festival de Humor – SOLRIR 2014

logo solrir (1)

O Festival de Humor – SOLRIR está de regresso com quatro dias de boa disposição, todos diferentes e hilariantes, mas também solidários, que vão acontecer desta vez no Palácio de Congressos do Algarve, Herdade dos Salgados, Albufeira, em que as receitas de bilheteira reverterão a favor da Associação Oncológica do Algarve.

Marine Antunes, a jovem autora do livro “Cancro com Humor” e António Raminhos, o humorista-revelação do programa de humor “5 para a Meia-Noite” atuam nesta noite.

Aldo Lima, Serafim, João Seabra e Nilton, entre outros humoristas consagrados e jovens revelações, subirão ao palco desta sétima edição do SOLRIR, por diversas vezes considerado o melhor festival de humor de Portugal.

Pelo palco do SOLRIR, desde 2006, já passaram mais de 200 artistas nacionais e internacionais. Raul Solnado, Fernando Mendes, Herman José, Ana Bola, Fernando Rocha, Fernando Pereira e os brasileiros Rafinha Bastos, Fernando Caruso e Marcela Leal, entre muitos outros.

SOLRIR – Festival de Humor

2, 3 e 4 janeiro 2014 pelas 21h30 e no dia 5 às 17h00.

Palácio de Congressos do Algarve: Herdade dos Salgados, Guia – Albufeira

GPS: Long: 8°19’18.89 “W Lat: 37° 5’40.38″N

Classificação etária: maiores de 4 anos

Preço Bilhetes:

Bilhete + 4 anos | 7,50€
Bilhete família (4 pessoas, independentemente da idade) | 25€
Bilhete 4 dias | 25€
Bilhete estudante e + 65 anos| 6€

Teatro: O Deus da Matança pela ACTA

ACTA

ACTA: O Deus da Matança
Teatro Lethes em Faro: 28 e 29 de Novembro 2013 às 21h30
“No dia 3 de Novembro, às 17h30, na praceta do bairro, no seguimento de uma altercação verbal, Fernando R., de onze anos, armado com um pau, bateu na cara do nosso filho Bruno H. As consequências deste ato são, para além da inflamação do lábio superior, a fractura dos dois incisivos, com a lesão do nervo do incisivo direito.”
Os pais encontram-se para falar sobre o incidente. Ambos os casais concordam que estas coisas acontecem, que o mal pode ser remediado e acreditam no “poder pacificador da cultura” mas, infelizmente, as coisas não são tão simples. Quando começam a discutir a fundo a questão, a situação torna-se cada vez mais tensa.
A autora francesa Yasmina Reza analisa aqui o universo da família e as discrepâncias entre o ser e o parecer, com a mistura de leveza, seriedade, humor e crítica social que lhe é característica.

Ficha artística, técnica e de produção:
Texto: Yasmina Reza
Tradução: Luís de A. Miranda
Encenação: Paulo Moreira
Concepção Plástica: Luís Vicente
Interpretação: Bruno Martins, Elisabete Martins, Mário Spencer, Tânia Silva
Execução Cenográfica: Tó Quintas
Desenho e Operação de Luz: Octávio Oliveira

Duração: 75 minutos s/ intervalo
Ingresso: €10 (<30 e >65 – €7,5)
Classificação Etária: Maiores de 12 anos
Promotor: ACTA