Concerto de Natal com Ala dos Namorados

ALA DOS NAMORADOS COVER AND PROMOTIONAL PHOTOS

No dia 21 de dezembro 2013 (21h30), a Ala dos Namorados vai estar no Cine-Teatro Louletano para apresentar o “Concerto de Natal”.
O cantor Nuno Guerreiro, emblemático vocalista do grupo, volta a pisar o palco da sala de espetáculos da cidade que o viu nascer e irá entoar algumas canções de Natal, bem como os seus grandes êxitos.

A Ala dos Namorados formou-se em 1993, à volta de uma série de canções com letras do João Monge e música do João Gil. Convidam entretanto o Manuel Paulo para compor e surgem assim as canções que viriam a dar origem ao primeiro disco da Ala. Não existia propriamente um grupo musical, mas estes três músicos tinham, na sua opinião, material que justificava a criação de um conjunto que as tocasse e gravasse.

Assim aconteceu e conhecendo o Nuno Guerreiro através de um concerto em 1992 do Carlos Paredes, no qual interpretava uma canção, foram-lhe apresentadas aquelas canções. Caíram-lhe que nem luva e soube dar-lhes uma dimensão peculiar pela sua forma de cantar e pela qualidade única da sua voz. Com o convite feito ao José Moz Carrapa, excelente guitarrista, estava formado o núcleo central da Ala.

Depois disso seguiram-se mais seis discos, sendo que o Moz Carrapa colabora nos primeiros três e o João Gil sai também do grupo depois do disco/DVD “Ao Vivo no São Luiz”. Na gravação do “Mentiroso Normal” de 2007, restam da formação inicial, o Manuel Paulo e o Nuno Guerreiro.

Uma das características mais interessantes deste grupo passa pela forma como conseguem integrar na sua música, estilos que vão do fado ao jazz, ao cabaret, passando por abordagens mais clássicas ou mesmo pop, sem perder a sua identidade e estando sempre presente a matriz portuguesa.

Na composição das canções deste grupo, nunca houve propriamente preconceitos em relação às influências e ambientes que traziam para as suas composições, o que aliás se foi amadurecendo ao longo dos anos. Importantíssimas as letras do João Monge, principal letrista do grupo, que foi e é peça chave no discurso musical deste conjunto.

Também são fundamentais todos os músicos que passaram e passam pela Ala. A Ala tem a felicidade de ter tocado com os melhores músicos deste país e não só, das mais variadas áreas, e o resultado excedeu sempre as expectativas.

Depois do último disco “Mentiroso Normal” e da tournée que se lhe seguiu, (até ao fim de 2008), vem um período de pousio, e algures em 2012, após uma reunião pontual para um concerto, surgiu de novo a vontade de pegar nas canções da Ala e voltar aos palcos.

Assim surge, este ano, esta nova gravação, “Razão de Ser”, em que revisitam 15 canções, convidando instrumentistas e cantores, como António Zambujo ou Jorge Palma, com os quais se identificam e apresentam canções eventualmente menos conhecidas e também algumas canções “incontornáveis” do grupo.

O preço dos bilhetes para este espetáculo é de 8 euros.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *