Report: O Dia de Portugal em Albufeira

img_4948

No dia de Portugal, 10 de Junho, os Clã estrearam-se em Albufeira com um concerto electrizante. A energia em palco de Manuela Azevedo, a vocalista da banda, contagiou a assistência que fez questão de trautear alguns dos temas mais conhecidos. “Problema de Expressão”, “GTI”, “Tira a Teima”, “Corda Bamba”, “H2 Homem” e “Sopro do Coração” fizeram as delícias das centenas de pessoas que aplaudiram a banda portuense. Um apoio elogiado por Manuela Azevedo: “gostámos muito do público albufeirense. As pessoas foram fantásticas, cantaram connosco e aplaudiram, proporcionando um bom espectáculo”.
Embora com bastantes temas de trabalhos anteriores, o concerto versou sobre “Cintura”, o mais recente disco da banda. Físico, directo e imediato, este quinto álbum dos Clã reafirma a versatilidade desta formação, referência incontornável no panorama musical português. “O trabalho anterior, ‘Rosa Carne’ era um disco muito meditativo, quase do interior do quarto, do ‘boudoir’, onde a mulher se maquilha e pensa nos seus amantes. O ‘Cintura’ é como se essa mulher tivesse ficado farta de reflexões, pensamentos e memórias, fizesse uma mala leve, pusesse os seus vestidos mais cintados, os sapatos de salto e saísse porta fora à aventura”, conta a vocalista. Uma aventura partilhada com o público, que se deixou levar pela música e pelo prazer de viajar na melodia.
No final do espectáculo, confétis e aviões de papel voaram sobre a plateia ao som de “Vamos esta noite”.

No dia seguinte, 11 de Junho, foram os algarvios Al-Mouraria a animar a noite de Albufeira. Com um espectáculo dinâmico, recheado de momentos artísticos, o grupo cativou a atenção de todos quantos passaram pelos Paços do Concelho.
Depois da gravação do primeiro DVD, no ano passado, na Praça dos Pescadores, os Al-Mouraria regressaram aos palcos de Albufeira para o lançamento desse trabalho.
O fado ganhou vida pela voz de Filipa de Sousa e Isa Brito, acompanhadas pelos instrumentistas Ricardo Anastácio, Valentim Filipe, José Bandarra e Tiago Filipe. Um vasto reportório de música portuguesa foi interpretado ao som das tradicionais guitarras e violas que acompanham de perto este género musical tão português. Mas os espectáculos dos Al-Mouraria trazem outras sonoridades. Acordeão, flauta e saxofone conferiram cor e alma às interpretações do grupo.
Um dos pontos altos do espectáculo foi a actuação do quarteto ‘Os Corvos’, que voltou a abrilhantar o concerto com a sua exuberante performance. A plateia deu voz a temas sobejamente conhecidos, como “Homem do Leme” e “A minha Casinha”, dos Xutos e Pontapés, ou “With or without you”, dos U2, interpretados ao violino e violoncelo pelo quarteto.
Ao longo da noite, bailarinos profissionais desfilaram pelo palco, colorindo o espectáculo com a magia própria da dança.
Foi, assim, em português que Albufeira comemorou o Dia de Portugal, a 10 de Junho, e de Corpo de Deus, a 11 de Junho. Para o Presidente da autarquia, Desidério Silva, “Albufeira é um município que valoriza a cultura e os artistas portugueses. Para assinalar estas importantes datas, escolhemos duas bandas nacionais, uma delas da região algarvia, como forma de apoiar os nossos músicos”.

Galeria de fotos:

Fonte:CMA

{openx:25}

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *